sexta-feira, 4 de abril de 2008

SKINHEADS PELA LIBERDADE CULTURAL Como todos sabem, a Cultura Skinhead vem de fenomenos Socias que ocorream na Inglaterra (e no mundo) entre varias épocas diferentes. Como os imigrantes jamaicanos que foram tentar ganhar a vida na Inglaterra, os garotos de bairros pobres que trabalhavam em fabricas textis, uma nessecidade grande de auto-afirmar o orgulho pela classe social trabalhadora.
Com o passar das décadas, muita coisa mudou, nos anos 70
o skinhead era um fenomeno cultural exclusivamente ingles,
mas que rapidamente foi adotado pelos quatro cantos do mundo, países desenvolvidos e subdesenvolvidos, com isso a cada cena é unica, sofrendo influencia direta da individualidade politica e cultural dos propios skins. Países como Inglaterra, Portugal, Espanha, Russia, EUA, França e Italia possuem uma forte tradição e influencia sobre tendencias e preservação da Cultura Skinhead e enquanto cenas emergentes na Malasia, China, Malta e praticamente a America do Sul inteira tem demonstrado grande a força e disposição, com o surgimento de novas bandas, confeccionamento de Zines e materiais ligados a cultura skin.

Uma das coisas que mais ressaltam o fato do skinhead ser um fenomeno pluricultural, é o intercambio de musicas com fortes caracteristicas culturais de cada país como por exemplo a banda S.H.A.R.P. Italiana o Klasse Kriminale com a clássica performace de "Get Up Stand Up" do Bob Marley, bandas Folk Americanas como Dropkick Murphys e Flatfoot 56 que tocam com Bagpipes escocesas e fazem musicas com caracteriscas das culturas dos "Highlands" das escocia e irlanda, não podemos esquecer claro da banda lendaria Francesa Les Partisans que fizeram o LP "Sono Mondiale" com um ska bem harmonico e com varias caracteristicais de metais espanhois e o original ska jamaicano e logo depois começou uma linha mais puxada para o street-punk mas sempre com um trompete no fundo das musicas. Isso demonstra que a Cultura skinhead fica cada dia mais rica e ampla em relação as culturas mundiais de cada povo e cada país

A CONTAMINAÇÃO DE POLITICAS DE EXTREMA DIREITA NA CULTURA SKINHEAD, A MÍDIA SENSACIONALISTA E A OMISSÃO DE OUTROS....

Depois dos Filmes de Hollwood, que divulgaram a mais conhecida pratica de manipulação das organizações neo-nazistas (a infiltação de seus militantes e suas ideologias nos movimentos jovens como o skinhead e o punk, o filme This is England mostra bem isso ), ocorreu uma divulgação extremamente negativa e contraditoria da cultura skinhead, onde eles vao contra suas propias raizes onde a xenofobia e o racismo impera, pois oq seria do skinhead sem a ajuda dos Imigrantes Jamaicanos? ou até mais alem, oq seria do skinhead sem a força dos países latino-americanos e asiaticos que ultimamente são os que mais divulgao o
Oi! nos países onde a imagem é mais deturpada?
A desinformação da massa, faz com que o skinhead seja execrado, de forma covarde, onde muitos que estudam a cultura, estudam ja com um sentido pejorativo, apenas para ter mais argumentos contra, e não deixa o "publico leigo" ter a sua propia opnião. De certa forma estes individuos estao certos, pois não querem correr riscos de incentivar alguns pertubados a virar "careca do brasil" e sair por aí espancando homossexuais e falando asneiras sobre integralismo.
Ha um tempo atras flagrei uma repotagem no "Fantastico", programa de TV que viro a maior palhaçada e o maior orgulho da Rede Globo.. A Reportagem execrava a cultura Skin e a Contra-Cultura Punk de forma banal falava sobre a violencia que ha entre as gangues de Sao Paulo, o mais ridiculo foi ver que os caras que fizeram a reportagem de certa forma pesquisaram sobre o assunto na net, e viram mta coisa da qual não foi dita e muita coisa foi deturpada ali, os comentarios da reportagem nen vale a pena lembrar, mas fico pensando oque o povo penso sobre aquilo tudo. No brasil a TV é a verdade absoluta para o povo, completamente incontestavel e intocavel, algo que para a massa é quase divino, e convenhamos, os livros deixa a sua propia cabeça tirar a conclusão sobre aquilo tudo, mas a TV, meu deus, ó maquina massificadora dos diabos ´hehé..

O FATO

O S.H.A.R.P. (skinheads against racial prejudice - skinheads contra o racismo) começou em 1988 nos EUA, nos anos noventa cresceu muito na Europa, foi uma reação contra a mídia e aos fascistas, criando uma organização que luta por preservar a cultura skinhead no mundo.
Com uma grande variedade de skinheads que carregam caracteristicas de seu povo, de sua região e de suas opniões politicas, o S.H.A.R.P. foi denominado um movimento "Apolitico",
mas não é no sentido de odiar ou ignorar politica ou a situação politica de seu país, mas sim de preservar a individualidade de politica cada um, militam no S.H.A.R.P. skinheads com ideias socialistas, democraticas e até mesmo anarquistas.
A ideia foi criar uma unidade que abrigasse não só skins, mas Punks, Mods e etc, todos que não concordavam em ver um movimento tao rico sendo manipulado para fins tao despreziveis como nazismo e ultra-nacionalismo.
bem.. até a proxima e Vida longa Oi! a todos!!

2 comentários:

Caio disse...

mto bom camrada... posso transcrever ese texto no Zine Brigada Oi! ?
é o zine antifascista da cena Oi! de Recife.

junior_coiote disse...

bom dia a todos!
sou do movimento SHARP de belém/PA pra quem sabe onde é sabe que ta se formando uma guerra contra o WP(white power)! < estamos na luta para fazer um cidade sem preconceito mais devido a aparição desses individos complicou pois quando vai ter manifestaçao eles sempre causam vandalismo para queima nossa reputaçao e levando ao confronto direto!
bom dia so achei que o pessoal do blog devia saber disso!